A Águas de Bombinhas promoveu, na noite desta quarta-feira (15), a primeira reunião do Programa Afluentes de Bombinhas, criado com o objetivo de abrir um canal de diálogo direto com a população. O Afluentes é parte das ações sociais da empresa com o objetivo de apresentar o trabalho realizado pela concessionária e ouvir as demandas da comunidade.

A primeira edição aconteceu no bairro Zimbros, no Galpão do Pescador. O coordenador de operações da concessionária, Jader Milanez dos Santos, falou sobre o sistema de esgoto do município e os planos da empresa para a instalação da nova rede. Atualmente, Bombinhas tem apenas 18% do esgoto tratado. “O investimento previsto para a construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto é de R$ 85 milhões. Além disso, a meta da Águas de Bombinhas é ter 97% das residências com tratamento em um prazo de seis anos”, explicou.

A nova Estação de Tratamento de Água também foi tema da reunião. O coordenador apresentou o projeto para a comunidade e esclareceu que a obra, que teve investimentos de aproximadamente R$ 55 milhões, está em fase final de testes. “A adutora está completamente pronta e já estamos testando o sistema. Teremos um reservatório capaz de reservar 2 milhões de litros de água para momentos de pico, uma capacidade importante de reserva que a cidade nunca possuiu antes”, completa.

Durante a reunião, a comunidade pôde esclarecer dúvidas e apresentar prioridades. A moradora do Canto Grande Laureci Naimann parabenizou a iniciativa e disse que a aproximação com os moradores é válida. “Sou envolvida nas ações do bairro e estamos sempre buscando melhorias. Estou bem contente por ter vindo, a empresa veio para conversar e esclarecer”, disse.

Já o aposentado Nilson Severino, morador de Zimbros, participou de forma ativa do encontro e explicou que está acompanhando o trabalho da concessionária. “Vim morar na cidade porque aqui é bom, mas todos queremos melhorias. A Águas de Bombinhas mostrou que está aberta a ouvir e melhorar sempre”, encerrou.