Águas de Bombinhas inicia mais um grande projeto na cidade: a instalação do sistema de esgoto de Bombinhas. O projeto já foi concluído e atualmente se encontra em fase de licenciamento. De acordo com o coordenador de operações da empresa, Gabriel Balparda Fasola, ao todo, são mais de 150 quilômetros de rede, e o objetivo é universalizar a coleta e tratamento de esgoto da cidade.

Além disso, a partir do momento que as obras iniciarem, a meta da Águas de Bombinhas é instalar 97% do sistema no prazo de apenas seis anos. “Bombinhas, que é uma referência quando o assunto é turismo ecológico, atualmente possui apenas 18% de tratamento de esgoto”, explica o coordenador. Por isso o novo sistema é tão importante para a cidade. “A instalação do projeto é fundamental para o município, justamente pela riqueza ambiental e ecológica que Bombinhas possui”, conclui ele.

Em paralelo à elaboração do projeto do novo sistema, a concessionária também vem realizando diversas ações de fiscalização na rede existente, em parceria com a prefeitura municipal. Frenquentemente residências e comércios são notificados por ligações irregulares, que prejudicam todo o sistema. Essas irregularidades podem representar um problema sério para Bombinhas, principalmente no verão, quando o volume de esgoto coletado aumenta consideravelmente. Somado às chuvas, essas ligações irregulares podem causar danos no sistema de coleta e tratamento.

“As principais notificações envolvem ligações não cadastradas, clandestinas e ligações inadequadas sem a caixa de gordura. Também identificamos ligações de drenagem pluvial interligadas direto na rede de esgoto” comenta Gabriel. Ainda de acordo com ele, o objetivo das fiscalizações é de manter o sistema de forma correta, por uma questão de saúde pública e prevenção de poluição ambiental.

Águas de Bombinhas reforça que, em casos de suspeita, os moradores denunciem e auxiliem no trabalho de fiscalização.